A preguiça sexual ataca

Crise sexual 300x192 A preguiça sexual atacaOlá queridas!! Hoje vamos falar de um assunto muuuuuito comum nos casamentos modernos, a preguiça sexual que nos ataca. Alguns casais sentem mais a diferencia, outros menos, mas é uma coisa bem notória da passagem do namoro para a vida de casados.

A preguiça sexual preocupa mais eles do que nós, mas não vamos negar que também sentimos um certo receio ao deixar evidente a quantidade/qualidade de nossa relação sexual (ou baixa quantidade) após o casamento.

O problema começa por nem falar do assunto, por isso, jogo a primeira pedra e espero comentários pessoais a respeito.

Começamos jogando a culpa na rotina… que estamos muito ocupados com o trabalho, os filhos e outros compromissos, e não temos tempo nem energia para fazer amor. Ao final, o corpo é um só, e não da para fazer tudo!

Para ajudar, nossos maridos nos fazem acreditar que o escasso apetite sexual é de nossa parte, mas encontrei um artigo de uma escritora americana que afirma, entre outras coisas, o seguinte:

“Se você acredita que o baixo desejo sexual é algo só das mulheres, é melhor que pense de novo”

Este gênio é uma terapeuta e autora de um livro chamado “O casamento com pouco sexo”, o nome dela é Michele Weiner, e vale muito a pena ler esse livro.

Segundo ela “a apatia que preocupa os especialistas não é somente devido às exigências da vida moderna. A falta de tempo é apenas uma conseqüência da má alocação de prioridades”, acrescentou.
“Os casais precisam entender que a relação sexual leva à intimidade e fortalece a relação.”

A diminuição do desejo sexual, desde os dias apaixonados do início à convivência mais acalmada no casamento, é um fato comum que afeta dois em cada cinco casais. Especialistas observaram que a tempestade química que invade o cérebro na fase da paixão geralmente diminui durante o primeiro e o segundo ano do relacionamento.

Viu? Tem uma explicação cientifica para tudo!! Adorei!!

Outra pesquisa realizada pela Universidade de Chicago, diz que os adultos casados têm, em média, relações sexuais cerca de 60 vezes por ano, embora haja variações segundo as idades. E não adianta agora pegar a calculadora e começar fazer contas da freqüência com que você tem relações!!

Mas se vocês acham que nós, mulheres brasileiras, estamos piores que em outros lugares do mundo estão equivocadas. A guru americana conta ainda que 20% dos casamentos nos Estados Unidos são “casais sem sexo”, ou seja, que têm relações sexuais menos de 10 vezes por ano!!! Chegar nesse ponto já é o fim, né?

E vocês? Comentem suas experiências no Cantinho para melhorar esta situação que constrange todo mundo.

Se sentem um pouquinho de vergonha da própria historia, podem contar a “historia de alguma amiga”.


2 Trackbacks

  1. maio 24, 2010 : Preguiça sexual - LinkPink
  2. julho 27, 2010 : Quebrando mitos para ter bom sexo

Comentário

Seu email nunca será publicado ou compartilhado.